Chá verde e zinco juntos, provando ser MELHOR que a hidroxicloroquina no combate ao Covid-19

Compartilhar

 Chá verde e zinco juntos, provando ser MELHOR que a hidroxicloroquina no combate ao Covid-19


Em maio, o  jornal Americano, The Washington Post, publicou um artigo que fazia a seguinte pergunta: Porque o número de mortos de Covid-19 aparentemente foi menor na Ásia do que na Europa Ocidental e América do Norte? A resposta, ao que parece, é que os países asiáticos tendem a beber mais chá verde do que o resto do mundo, bem como a consumir mais zinco, ambos sendo poderosos nutrientes antivirais.

O chá verde contém um polifenol único conhecido como galato de epigalocatequina, ou simplesmente EGCG (uma substância antioxidante natural, presente no Chá Verde, também encontra em Vitamia C, sendo ela muito importante para os efeitos terapêuticos benéficos. Possui alto poder antioxidante, chegando a ser 200x mais potentes que muitas vitaminas. ) A pesquisa mostra ser um ionóforo de zinco poderoso, o que significa que ajuda o zinco a entrar nas células. Por outro lado, o zinco ajuda a tornar o EGCG mais biodisponível, o que significa que os dois nutrientes trabalham juntos para aumentar o potencial terapêutico um do outro.

O zinco, como você deve se lembrar, é o nutriente que, tomado junto com a hidroxicloroquina (HCQ), estava salvando vidas até que forças de interesses em vender vacinas, fez suprimir a verdade dos seus benefícios para combater o Covid-19. Mas o chá verde e o EGCG são uma solução ainda melhor, e natural.

No Japão, onde o consumo de chá verde é o mais alto do mundo, as mortes pelo coronavírus Wuhan (COVID-19) foram mínimas. O mesmo é verdade para o Vietnã e a China, que ocupam o segundo e o terceiro lugar, respectivamente, no consumo de chá verde.

“Obviamente, correlação não é causa”, observa Zero Hedge . “Mas ... há algumas evidências de que o consumo de chá verde nesses países asiáticos pode ser parte do que está ajudando a prevenir uma mortalidade mais alta (como também pode estar fazendo com câncer e doenças cardíacas).”

Chá verde e EGCG são armas poderosas contra o coronavírus


No Brasil é lamentável ver como, nenhuma grande mídia fala sobre tomar vitaminas e usar certos nutrientes não OGMs para garantir imunidade a infecções do coronavírus, tudo que vemos é o grande marketing em vacinas, financiados por seus contribuintes.  Mas de fato, essas substâncias de chá verde e o EGCG, muito consumidos em toda a Ásia, é que eles são poderosos combatentes do coronavírus Covid-19 de outras maneiras. Um estudo indiano descobriu que o EGCG tem a capacidade de atingir várias estruturas-chave dentro do vírus, desativando sua capacidade funcional.

“EGCG mostrou uma afinidade de ligação muito alta e uma baixa constante de inibição entre todos os fitoconstituintes triados, especialmente no caso de 6vw1, que é um alvo potencial do SARS-CoV-2 / Covid-19”, constatou o artigo.

“O EGCG exibiu melhor ligação com as proteínas virais e, portanto, deve mostrar melhor atividade antiviral do que os medicamentos de referência, remdesivir e cloroquina”, acrescentou.

O chá verde também contém teanina, um aminoácido que, por acaso, atinge vários sítios estruturais do coronavírus.

É importante lembrar, porém, que por si só, EGCG é instável e biodisponível, a menos que seja acoplado a nutrientes como o zinco, que estudos mostram que ajudam a maximizar seu transporte para as células.

“A espectrometria UV-VIS revelou que a absorção de EGCG aumentou e seu pico tornou-se grande com a adição de zinco”, descobriu um estudo japonês. “O zinco aumenta a atividade hepatoprotetora [ou seja, proteção do fígado] do EGCG.”

Cientistas chineses também descobriram que o EGCG permeia mais facilmente as células quando na presença de zinco. É quase como se esses dois nutrientes fossem feitos um para o outro, trabalhando sinergicamente para apoiar um sistema imunológico saudável.

Também há evidências que sugerem que o zinco pode ajudar a reduzir a oxidação do EGCG antes de ser transportado para as células. Embora mais pesquisas independentes sejam certamente necessárias para confirmar tudo isso, absolutamente não causaria nenhum dano começar a incorporar este regime em sua rotina diária para proteção contra o coronavírus Covid-19.

Fontes:
ZeroHedge.com
NaturalNews.com
Compartilhar